=BEM VINDO=

=BEM VINDO=
Mais fotos no fotolog, clique na imagem...

=ATENÇÃO=

=ATENÇÃO=
se ligou né...

=VENENO SONORO=

PodCast Eremita RoOts... Publicações periódicas de muito boa música... É só dar o play e degustar da melhor vibe sonora fluindo, saparadae é siniXXXtra hehe é nozessssssssssssssssssssssss

quinta-feira, 1 de março de 2012

=NOZESSS=



Puf Capitão Caverna, natural de Uberaba – MG, teve seu primeiro contato com o Hip Hop no final dos anos 80, através de filmes como “Beat Street” e “Break Dance” entre outros. Apesar de não saber muito do que se tratava, passou a se interessar pelos desenhos e expressão visual do elemento graffiti, e pela dança, o break, inerentes dessa cultura. Com muito esforço e sem muitas informações disponíveis na época, Puf procurou aprender sobre os aspectos e elementos deste movimento cultural vindo a conhecer pessoas que já praticavam tais atividades em sua cidade. Em 1993 começa a escrever suas rimas e funda o grupo “Fato Verídico”, que mais tarde veio a se tornar o “3Dfato” em meados de 1997/98, quando participam de uma coletânea independente e gravam pelo selo “Abracadabra”, de Ribeirão Preto - SP , a música “Rima de MG” que marca a transição do grupo e a criação do Home-Studio: “É precário + é loco produções periféricas”. Também atua como MC e segunda voz no “Eremita RoOts”, projeto paralelo do “3DFato”.
Sempre atuando no graffiti, de forma independente, executou alguns trabalhos para a prefeitura municipal e fundação cultural no circo o povo. Em 2002 realiza a primeira oficina de graffiti na cidade de Uberaba com o apoio do projeto “Periferia Cultural” onde contribuiu para a formação de novos artistas locais, dos quais, muitos estão em plena produção e atividade.
Ainda em 2002 começa a trabalhar também com desenhos para tatuagens e a se dedicar ao desenvolvimento, estudo e prática dessa arte profissionalizando-se como tatuador em 2004, ramo em que trabalha até os dias de hoje.
Também ministrou aulas, workshops, palestras e oficinas em escolas da rede estadual e instituições de assistência social pela ONG “Ação” com o projeto ‘Ponto de cultura - Hip Hop Educando’ nos anos de 2008 a 2010.
.

Um comentário: